24 outubro 2016

gestão de datacenter

Olá caros leitores!

 

Antes de iniciar o assunto de hoje, gostaria de mostrar um exemplo prático de como uma má gestão de datacenter pode resultar no fracasso de uma empresa!

 

Há alguns meses, ocorreu no Brasil, um acontecimento que não sai da memória dos brasileiros: o bloqueio do Whatsapp, o aplicativo de mensagens instantâneas mais popular do mundo.

 

Devido a uma decisão judicial, foi decretado que durante 48 horas, ele ficaria fora do ar. Na prática, o tempo foi menor, mas de toda forma, o estrago já estava feito.

 

Várias pessoas que dependem do aplicativo para trabalho ou para comunicados importantes, como diversos empresários, ficaram no prejuízo pela impossibilidade de sua utilização.

 

Infelizmente para nós, a queda se deu por uma decisão interna no país, entretanto, se a queda tivesse sido causada por alguma indisponibilidade no servidor do Facebook (dono do Whatsapp), o dano à marca teria sido extremamente mais elevado.

 

Ninguém teria interesse em utilizar uma ferramenta de comunicação instantânea que apresenta problemas de disponibilidade, não é mesmo?

 

Grandes empresas como; Facebook, Google e etc. não teriam alcançado o sucesso se não fosse pela estabilidade de seus serviços, isso vale para qualquer web service e aplicativos.

 

A estabilidade nos serviços de uma empresa é o que faz com que ela tenha diferencial em seu mercado.

 

Imagine se todas as vezes que você fosse entrar em sua página no facebook ou fosse checar seus emails, o serviço se mostrasse indisponível?

 

Para a nossa sorte, empresas que não se preocupam com a estabilidade e qualidade de seus produtos e serviços não conseguem se popularizar e crescer! Ufa!

 

Além disso, outro ponto interessante a ser citado, é o vazamento de informações. Se nós não gostamos quando uma conversa ou arquivos comprometedores “caem na net”, imagine se alguém pudesse ter fácil acesso a todos eles. Seria horrível, certo?

 

Graças aos esforços dos times de TI das empresas citadas e de outras também, o vazamento de informações e indisponibilidade de servidores raramente acontecem.

 

Dentro do T.I, existe a trinca do sucesso para qualquer produto. Ela é: estabilidade, segurança e velocidade.

 

Se você não cumpre alguma delas, a chance de você não atingir o sucesso em sua empreitada pode ser enorme!

 

Vamos nos aprofundar um pouco mais no assunto?

 

Gestão de Datacenter: o assunto é mais sério do que você pode imaginar

filme a entrevista vazamento de informações

 

Recentemente, tivemos um escândalo de vazamento de filmes da Sony.

 

Após o lançamento do filme A Entrevista, que tem como temática debochar do ditador Kim Jong-Un, o governo Norte Coreano invadiu os servidores da gigante japonesa e, para causar prejuízo, divulgou na internet vários filmes que não haviam sido lançados.

 

Foram mais de 3 filmes divulgados, fazendo com que os prejuízos, não apenas de valor financeiro, fossem altíssimos! Dessa forma vale dizer, prevenir é sempre melhor (e mais barato) do que remediar!

 

Sendo assim, é preciso levar a gestão do datacenter de sua empresa muito a sério, visto que qualquer problema que ocorrer, poderá gerar grandes danos para a organização, sejam financeiros ou de branding. Com este exemplo, é possível perceber que perda de informação e indisponibilidade de serviços são inaceitáveis em qualquer organização que trabalha com tecnologia.

 

Mas antes de aprendermos como evitar este tipo de problema, devemos entender como eles ocorrem. No final das contas, não é possível criar uma vacina sem antes entender como o vírus funciona.

Quais os problemas que podem levar a indisponibilidade e vazamento de informação?

vazamento de informações em datacenter

Conforme já mencionado, indisponibilidade de serviço é algo muito sério. Você consegue imaginar um time de vendas funcionar bem se o CRM está instável o dia todo?

 

Como será feito o cadastro de informação das oportunidades? Ou pior. Você consegue imaginar uma forma escalável de enviar boletos e notas fiscais sem ser por sistemas online?!

 

É impossível trabalhar de forma previsível com sistemas instáveis. Por isso, toda empresa que preza por qualidade nos produtos que oferece, deve ter bastante consciência na hora de buscar um datacenter para hospedar sua infraestrutura.

 

Além disso, na hora de escolher esse fornecedor, as organizações que oferecem SaaS ou querem hospedar informação com segurança, irão buscar o CDN com melhor custo benefício no quesito segurança, estabilidade e velocidade.

 

Agora, vamos falar quais as origens dos problemas com indisponibilidade que podem te impedir de conseguir clientes?

#1 Equipamentos estragarem

A gestão de datacenter é algo extremamente complicado. O ambiente onde sua infraestrutura é construída por si só, já é algo bastante complexo.

 

Devido à sensibilidade dos aparelhos presentes nestes ambientes; o ar deve ser filtrado, a temperatura controlada, o piso estendido para a passagem de cabos elétricos, dentre muitos outros fatores.

 

Qualquer superaquecimento ou poeira excessiva, por exemplo, pode danificar uma máquina. Assim que ela sai do ar, o cliente que tem sua informação ali dentro, passa a ter o serviço indisponível.

 

Se ele trabalha com um e-commerce, um minuto de indisponibilidade já é garantia de grande prejuízo. Por isso, assim que a máquina apresentar problemas deste tipo, as reclamações já irão começar a surgir. Logo, além do prejuízo financeiro de recuperar o seu funcionamento, ainda existe todo o stress que vai ser gerado na relação com o cliente.

 

Por isso, a empresa deve possuir um sistema que acompanhe máquina por máquina, de forma a evitar que esses imprevistos ocorram.

 

Nós, da Nexxto, sempre falamos que o gestor do datacenter deve ter postura ativa e não reativa. No final das contas, o trabalho dele não é apagar incêndios e sim tomar conta para que a operação ocorra da melhor forma possível.

 

P.S: esse problema não leva a vazamento de informação, mas, o próximo afeta ambas as frentes, vazamento de informação e disponibilidade do servidor!

 

#2 Equipamento extraviado

 

Grande parte dos equipamentos que estão dentro de um datacenter possuem alto valor agregado e não são encontrados facilmente no mercado.

 

Dessa forma, é prioridade máxima do gestor não perder nenhum equipamento, seja por defeito, mau funcionamento ou extravio. E é desse último que vamos falar. Se acontecer de um colaborador insatisfeito extraviar alguma das máquinas, toda a informação contida nela será perdida, dessa forma, além de arcar com prejuízo financeiro, a empresa também ficará com parte de sua cultura danificada.

 

Obviamente, um profissional que toma esse tipo de conduta será desligado. O problema é que, gera bastante mal estar entre o time levantar quem foi o responsável.  Se nenhuma das câmeras capturar algo, é necessário mobilizar várias pessoas para analisar como esse tipo de situação foi ocorrer.

 

Enquanto isso, o cliente que utilizava uma determinada máquina do datacenter tem que ser realocado para outra e, enquanto isso não ocorre, seu serviço fica fora do ar. Nesse meio tempo, a chance dele dispensar este serviço e migrar para outro que de fato irá oferecer a estabilidade necessária torna-se enorme.

 

Por isso, acompanhar todos os seus equipamentos é essencial para evitar esse tipo de problema. Se toda essa informação estivesse contida em um dashboard, o acompanhamento seria feito de maneira muito mais eficiente do que um acompanhamento manual.

 

Um equipamento extraviado pode conter muitos dados sigilosos, logo, se acontecer de informações da sua empresa ou de algum de seus clientes vazarem para o mercado, os danos para seu negócio podem ser irreparáveis, podendo até resultar em seu fechamento.

 

Agora que já falamos dos problemas que podem acontecer, você deve estar se perguntando: quais são os reflexos que podem ser gerados na minha organização?

Quais os reflexos do problema de instabilidade e vazamento de informação?

problemas com vazamento de informações em datacenter

Todo problema gera reflexos. As vezes, mais do que imaginávamos. Chegamos a citar alguns dos reflexos que ocorrem devido a instabilidade.

 

Uma vez que o problema já aconteceu, é melhor você ter planos de contingência, certo?! Então, sempre tenha pronta alguma alternativa no caso da ocorrência de inconveniências deste tipo.

 

Seguem alguns exemplos de planos!

#1 Como lidar com insatisfação do cliente?

 

O cliente te ligou, reclamando bastante e provavelmente te xingando. O que você irá fazer?

 

  1. Irá xingá-lo de volta (Por favor, não faça isso)
  2. Tentará enrolá-lo
  3. Reconhecerá o erro irá propor uma solução

 

O ideal é que esse tipo de problema nunca volte à ocorrer. NUNCA! Por isso, assim que uma das máquinas do seu datacenter ficar fora do ar, imediatamente análise qual é a razão e tome uma medida. E pare, por favor, pare, de ser reativo. Controle todo o seu inventário, para saber se ele está sendo roubado ou quebrou.

 

O seu cliente irá valorizar sua honestidade, mas paciência tem limite. Lembre-se que errar uma vez é humano, já duas…

 

Em gestão de datacenter, controle é poder. Por isso, assuma já esse controle e se for para conversar com um cliente, que seja para informar sobre uma nova feature ao invés de precisar agir na defensiva.

#2 Queda de produtividade do seu time. Como resolver?

 

Todo time que trabalha de forma reativa possui uma produtividade média menor. Ao invés de focar em evolução dos processos e cumprimento do cronograma de atividades, ele passa mais tempo apagando incêndios.

 

Mas, como evitar que isso aconteça? Em gestão de datacenter, assim como falamos no ponto um, é necessário que seja estabelecido um controle sobre todo ambiente. É muito mais fácil e produtivo consertar uma máquina quando ela está começando à apresentar defeitos do que depois que o estrago já aconteceu.

 

Quando um time se movimenta para resolver uma contingência é para recuperar valor e não gerar algum adicional. Entendeu onde estou querendo chegar? Não adianta em nada ter as pessoas mais produtivas dentro do seu time, sendo que os seus processos não beneficiam a capacidade delas.

 

Por isso, comece já a monitorar as disfuncionalidades de seu processo e também busque ferramentas que tornem possível acompanhar todo seu inventário de T.I.

#3 Sua marca ficou mal falada. Qual é a solução?

 

A melhor forma de tratar os danos à sua marca é, basicamente, admitindo o erro.

 

Uma coisa que aprendi em minha carreira é que, postura de humildade (verdadeira), mostra as pessoas que efetivamente estamos tentando mudar. Quando ocorre um problema de instabilidade, a primeira coisa a se fazer é comunicar toda a base de clientes que está ocorrendo algum problema.

 

Isso pode ser via email, de preferência com o gestor do Datacenter ou mesmo CEO, ou por telefone, o que é um pouco mais demorado, mas passa mais confiança no contato. É claro que isso por si só não irá resolver a mancha que ficou na sua marca. Mas já é um começo no caminho da sua redenção com o mercado.

Conclusão

A gestão de datacenter, por ser algo extremamente importante e necessário para todas as empresas que utilizam deste serviço, deve ser feita de maneira que qualquer tipo de erro, seja em infraestrutura ou em monitoramento, seja inaceitável.

 

A probabilidade de ocorrência de queda nos servidores de um ambiente destes, pode significar um prejuízo exorbitante ou até mesmo o fechamento de uma organização ou clientes que os utilizam. Além disso, é imperdoável para qualquer cliente que suas informações confidenciais sejam divulgadas sem autorização.

 

Nestes casos, os concorrentes que tiverem acesso à essas informações poderão estragar todo o planejamento dessas empresas.

 

Para que nenhum destes problemas ocorra, é extremamente necessário o uso de sistemas de monitoramento eficientes que sejam capazes de identificar qualquer irregularidade que possa causar instabilidades deste tipo em um datacenter.

 

Com um monitoramento automatizado, capaz de rastrear e localizar em tempo real todas as máquinas, seu funcionamento e níveis de temperatura, é possível prevenir grande parte dos problemas desta natureza.

 

Sendo assim, é preciso largar os processos manuais de monitoramento e começar a agir de forma ativa, evitando dores de cabeça futuras e fortalecendo o nome da empresa. Como é feita a gestão de datacenters em sua empresa? Já ocorreu algum problema de indisponibilidade e/ou vazamento de informações?

 

 

Esse conteúdo pode ser compartilhado com sua equipe através de nosso ebook:ebook indisponibilidade de informações

h

Lucas Almeida

Co-Fundador, Diretor de Marketing e Vendas

Engenheiro pela Poli-USP e especializado em Marketing e Administração pela ULV/CA.
Aqui na Nexxto minha missão é ajudar empresas a se tornarem mais eficientes e competitivas por meio da transformação digital.