6 setembro 2017

O sucesso de um restaurante vai bem além do que um atendimento de qualidade e ambiente acolhedor. É preciso também oferecer produtos de qualidade e com procedência para que os pratos fiquem saborosos, atraindo e fidelizando clientes. 

Para isso, o monitoramento da temperatura dos alimentos é primordial na cozinha. Trata-se de um check-list que não pode ficar de fora da rotina, já que uma falha pode causar inúmeros prejuízos tanto financeiros quanto à imagem do estabelecimento

De olho na busca pela excelência em seu negócio, vamos mostrar neste post alguns pontos que revelam a importância de sempre manter o devido monitoramento da temperatura dos alimentos.

A importância de monitorar  

O monitoramento e controle da temperatura dos alimentos congelados tem um propósito primordial: evitar os riscos de contaminação por microrganismos, além de manter a qualidade dos produtos, como sobremesas, carnes e saladas.

Sabendo-se que a zona de perigo ronda entre 5ºC e 59ºC, temperaturas propícias para a multiplicação dos microrganismos, é preciso sempre ficar de olhos bem atentos em seus freezers e geladeiras. 

Outro aspecto que não foge à regra está ligado com a temperatura de aquecimento, como no caso das frituras, onde a temperatura pode influenciar no sabor do alimento que será comercializado.

Como o óleo não pode ficar acima de 180ºC, nada melhor do que o controle da temperatura durante o preparo dos alimentos, assegurando qualidade e credibilidade nos pratos servidos aos consumidores. 

Opções mais seguras de controle da temperatura

Controlar a correta temperatura dos alimentos pode ser uma tarefa árdua para muitos empreendedores ou chefs de cozinha.

No entanto, existem alternativas bem práticas por meio do auxílio da tecnologia. Um exemplo é o monitoramento feito a distância por meio de um chip que emite alertas em tempo real.

Com isso, o dono do restaurante poderá receber no celular ou no computador notificações sobre possíveis alterações que possam comprometer a qualidade ou até mesmo ser a causa de uma perda dos alimentos que estejam estocados de maneira incorreta.

Trata-se de uma forma inteligente de otimizar os recursos, evitando prejuízos que certamente afetarão o balancete do mês. 

Além disso, o devido controle mantém afastadas as doenças que podem ser ocasionadas por microrganismos — cerca de 250, como a bactéria salmonela, responsável por constantes intoxicações em estabelecimentos que vendem alimentos.  

Benefícios dos sensores de temperatura  

Ao instalar sensores de temperatura na cozinha do seu restaurante, haverá maior segurança na reposição dos alimentos, mantendo os padrões exigidos pela Vigilância Sanitária, além de contar com um padrão de qualidade nos produtos comercializados. 

Fora isso, o equipamento emite relatórios sobre as oscilações na temperatura, trazendo dados confiáveis que auxiliarão no controle da qualidade dos alimentos, evitando o desperdício.

Dessa maneira, tomadas de decisões serão mais eficientes, evitando possíveis erros que possam comprometer a credibilidade da gestão do seu restaurante junto aos clientes, ou seja, é uma forma de se manter na vanguarda do setor alimentício.

Como você viu, fazer o monitoramento da temperatura dos alimentos no restaurante contribui para a fidelização dos clientes, por meio da produção de pratos mais saborosos, além de diminuir os riscos de contaminação e, também, de problemas com a Vigilância.

E você, já conhece a nossa empresa? Quer receber um orçamento para instalar sensores de temperatura em seu restaurante? Então entre em contato com a gente!

h

Guilherme Ribeiro

Especialista em Internet das Coisas para Varejo