7 junho 2017

A manutenção preventiva é a forma mais eficaz de evitar perda de equipamentos ou até de alimentos que se encontram em conservação dentro de câmaras frias ou balcões de refrigeração.

Quando se tem esse cuidado, os equipamentos duram mais tempo e as perdas decorrentes de falhas são reduzidas, contribuindo para a lucratividade da empresa. Mas quais são os cuidados que você deve ter para realizar essa manutenção?

 

Retire os produtos do equipamento

O primeiro passo para uma manutenção preventiva de qualidade é retirar todos os produtos acondicionados no equipamento de refrigeração e transportá-los para um local onde suas propriedades sejam mantidas.

Desligue o equipamento

Em seguida, desligue o equipamento da energia, retirando-o da tomada. Deixe-o descongelar segundo as melhores práticas indicadas pelo fornecedor para ter uma visão mais completa de todas as peças e possíveis falhas.

Identifique fissuras ou quebras

O passo seguinte é analisar toda a estrutura do equipamento, a fim de identificar possíveis rachaduras, fissuras ou quebras. Esse tipo de evento compromete o funcionamento do equipamento e pode gerar vazamentos de gás refrigerante ou outras substâncias nocivas.

Retire o acúmulo de detritos

Gelo ou qualquer outro tipo de detrito que tenha ficado acumulado no equipamento deve ser retirado durante a manutenção preventiva, a fim de garantir a correta higienização e promover o funcionamento adequado do equipamento. Quanto mais detritos existem, maiores as chances de haver comprometimento do seu sistema de refrigeração.

Verifique o isolamento térmico

Garantir que o equipamento esteja com as borrachas em dia e a maçaneta com a pressão adequada evita que o isolamento térmico seja comprometido e, consequentemente, ocasione a perda de alimentos ou consumo excessivo de energia elétrica.

Verifique a fiação elétrica

Item de suma importância, a fiação elétrica deve ser adequada ao tipo de equipamento utilizado, caso contrário, pode haver sobrecarga de energia, curto circuito ou outra situação de perigo. Esteja atento ao aterramento, à tensão da rede e ao cabeamento.

Religue o equipamento

No momento de religar o equipamento, certifique-se de que todos os itens acima foram verificados. Então, atente-se para o balanceamento da hélice do ventilador do condensador, para ver se está funcionando corretamente.

Verifique o funcionamento do motor

Ruídos estranhos, vibrações anormais ou qualquer comportamento que cause estranheza devem ser observados para garantir o bom funcionamento do motor e, claro, acondicionamento adequado dos alimentos. Havendo dúvidas em relação ao correto funcionamento, chame um técnico especializado.

Verifique vazamentos

Gás refrigerante e óleo do motor devem ser verificados a fim de evitar vazamentos. Como sabemos, ambas substâncias são nocivas à saúde e podem comprometer a qualidade dos alimentos armazenados. Sendo assim, atente-se para garantir que não há qualquer tipo de escape destes produtos.

Não esqueça de preencher seu checklist

Todos os itens verificados devem ser anotados no checklist da manutenção preventiva, a fim de manter um histórico de todas as ações realizadas. Ele pode ser manual ou digital, dependendo do seu sistema de manutenção. O importante é que todos tenham acesso ao seu relatório e que as providências cabíveis sejam tomadas em cada caso.

Checklist da manutenção preventiva pronto? Então não deixe de compartilhar com seus colegas de trabalho!

 

h

Lucas Almeida

Co-Fundador, Diretor de Marketing e Vendas

Formado em Engenharia Elétrica pela USP e especializado em Marketing Internacional e Administração de Empresas pela University of La Verne nos EUA.
Ajudou a fundar a Nexxto pois acredita que por meio da tecnologia é possível transformarmos as organizações, as pessoas e a sociedade em que vivemos.
Apaixonado por tecnologia, pela vida e por pessoas. Nada o deixa mais feliz do que causar um impacto positivo na vida e na operação dos clientes por meio das soluções da Nexxto.